My First Professional Work – GraphicMail, A Evolução da Mídia

I’m pleased to say that I’ve done my first professional audio work. The video is a translation to portuguese of GraphicMail’s advertisement. I worked on it with recording, editing and mixing the voice. I would like to say thanks to Glenio Machado and Ingrid Knochenhauer: It was a pleasure to work with you! Thanks for trusting in me, and may more work come!

The recordings took place in my home Studio, Casa 68. We recorded Ingrid Knochenhauer’s voice with the microphone MXL 990 in an improvised vocal booth. See pictures below:

 

Ingrid gravando voz graphicmail

 

cabine vocal improvisada casa 68

 

The first takes were recorded without the vocal booth (a mistake) and this was a great learning. As every good advertisement voices, Ingrid’s voice was heavily compressed to be very present. But, with this compression, the room ambience was very apparent, ruining the voice for an advertisement. I learned in the worst way, but the improvised solution was using pillows and a duvet that absorbs the first reflections of the voice, letting it be more dry and able to be compressed without compromising the intelligibility. In the end, the results were really good!

I know we could have had better audio quality if it was recorded in a room with proper acoustics (I could have recorded it in the University of Salford studios), but, on the other hand, I know that the relaxed atmosphere of a home studio provided us quality in Ingrid’s performance, and she could do many spontaneous takes.

Lucas Pitangueira

Meu primeiro trabalho profissa – GraphicMail, A Evolução da Mídia

É com muita satisfação que posso afirmar que fiz meu primeiro trabalho profissional com áudio. O vídeo é uma tradução do comercial da empresa GraphicMail, em que participei fazendo gravação, edição e mixagem da voz em português. Queria agradecer ao Glenio Machado e à Ingrid Knochenhauer: foi um prazer trabalhar com vocês! Obrigado pela confiança depositada, e que venha mais!

As gravações aconteceram em meu home studio, o Casa 68. Gravamos a voz da Ingrid Knochenhauer com o microfone MXL 990 dentro de uma cabine vocal improvisada. Veja nas figuras abaixo:

 

Ingrid gravando voz graphicmail

 

cabine vocal improvisada casa 68

 

Os primeiros takes foram gravados sem a cabine vocal (um erro) e isso serviu como um aprendizado imenso. Como toda boa voz de comercial, a voz da Ingrid foi comprimida no talo pra ficar bem na cara. Acontece que, com a compressão, a ambiência do quarto que o microfone capta fica muito aparente, arruinando a voz pra um comercial. Precisei apanhar para aprender, mas a solução de improviso foi utilizar travesseiros e cobertores que absorvem as primeiras reflexões da voz, deixando ela mais sequinha e apta a ser comprimida sem deteriorar a inteligibilidade. No final o resultado foi muito bom!

Sei que poderia obter uma qualidade de áudio melhor se tivesse uma sala com acústica adequada e uma cabine vocal (eu poderia ter gravado tudo nos estúdios da Universidade de Salford), mas por outro lado, sei que com a atmosfera descontraída de um home studio ganhamos qualidade na performance da Ingrid, que pôde fazer vários takes com espontaneidade.

Lucas Pitangueira

Salford Music Festival

Eu e meu amigo Kurt Cobain (Cof… Cof… Sam Douglas) fazendo mesa de som no Salford Music Festival. Foram duas performances nessa noite no Waggon and Horses Pub: Sarah de Warren e Rogue Frequency.

002_Salford Music Festival

Sarah de Warren

A voz e os teclados dela são bons o suficiente para preencher as canções dela sozinhos, então a engenharia de som foi bem simples: Um Shure sm58 na voz e o teclado plugado diretamente na mesa de som.

Vejam o trabalho da Sarah aqui:

http://www.youtube.com/watch?v=D20aSS2NPL8

Rogue Frequency

Essa banda de rock fez versões acústicas de suas músicas nessa noite. O setup foi um violão elétrico amplificado, um baixo amplificado e dois vocais. Não foi necessário microfonar os amplificadores porque eles já eram potentes o suficiente para o pub. Apenas um par de Shure sm58 foi usado nos vocais.

Chequem o trabalho dos caras aqui:
http://www.reverbnation.com/rfuk

Salford Music Festival (English)

This is me with my friend Kurt Cobain (Cof… Cof… Sam Douglas) doing live sound engineering at the Salford Music Festival. Two performances happened that night in the Waggon and Horses Pub: Sarah de Warren and Rogue Frequency.

002_Salford Music Festival

 

Sarah de Warren

Her voice and keyboards are good enough alone to fill her sweet songs, so the sound engineering for her was quite simple: A Shure sm58 for her voice and the keyboard plugged in directly to the mixing desk.

Check Sarah’s work here:

http://www.youtube.com/watch?v=D20aSS2NPL8

 

Rogue Frequency

This rock band did acoustic versions of their songs this night. The setup was an amped acoustic guitar, an amped electric bass and two vocals. No microphone was needed for the amps as they were loud enough for the venue, just a pair of sm58 for the vocals.

Check their work here:
http://www.reverbnation.com/rfuk

Mini-Acústico Augusto (English)

Mini-Acústico Augusto has four songs performed live in the University of Salford studios: 3 written by Augusto himself and one cover from Cícero Rosa Lins. I participated in this project doing the recording engineering, mixing and playing percussion. The work is a preview of Augusto’s EP, that is coming out in September and I am also producing.

Boa Hora is the song that opens the Mini-Acústico, featuring Ingrid Knochenhauer with her sweet bird voice that matches perfectly with Augusto’s paraiban accent. Check the video on Youtube:

We recorded everything live in University of Salford Studio D using the following equipment:

  • Microphone Neumann u87 – Augusto’s voice
  • Microphone Neumann u87 – Ingrid’s voce
  • Microphone MXL 990 – Pointing to the 12º fret of the guitar
  • Microphone MXL 991 – Pointing to the guitar bridge
  • Microphones Rode NT5 Stereo Pair  – Percussion
  • Digidesign C24 Control Surface Pre-Amps
  • Everything recorded in Pro Tools HD

I did the mixing in my home studio, Casa 68. With Pro Tools native plugins, I used a bit of compression and equalization on all tracks, but not much to keep the feel of a live performance. As the room where it was recorded has too much absorbent material on the walls, I added a bit of reverberation to give ambience.

Panning was also very subtle: a bit of MXL 990 to the right and a bit of MXL 991 to the left. The stereo pair of Rode NT5 naturally placed the tambourine slightly to the right and the egg shaker slightly to the left. The vocals were placed in the centre when solo and slightly moved to the sides with pan automation when singing together.

Team:

  • Augusto Carvalho: composition, vocals and guitar
  • Ingrid Knochenhauer: vocals
  • Lucas Pitangueira: recording, mix and percussion
  • Ian Rainer: camera
  • Alexandre Chien: camera

If you liked, check Augusto’s complete work:

https://www.facebook.com/oaugustocarvalho
http://www.youtube.com/user/oaugustocarvalhomus

Mini-Acústico Augusto

O Mini-Acústico Augusto é composto por quatro músicas tocadas ao vivo nos estúdios da Universidade de Salford: três de autoria do próprio Augusto e uma versão do Cícero Rosa Lins. Participei com a engenharia de gravação, mixagem e ainda dei uma palinha na percussão. O trabalho é uma prévia do EP do Augusto que também estou produzindo e tem lançamento previsto para em Setembro.

Boa Hora é a canção que abre o Mini-Acústico, contando com a participação da Ingrid Knochenhauer e sua doce voz de passarinho que combina perfeitamente com a do Augusto e seu belo sotaque paraibano. Confira o vídeo no youtube:

Gravamos tudo ao vivo no Estúdio D da Universidade de Salford utilizando os seguintes equipamentos:

  • Microfone Neumann u87 – Voz do Augusto
  • Microfone Neumann u87 – Voz da Ingrid
  • Microfone MXL 990 – Apontando para a 12ª casa do violão
  • Microfone MXL 991 – Apontando para a ponte do violão
  • Par stereo de microfones Rode NT5 – Percussão
  • Pre-amps da Digidesign C24 Control Surface
  • Tudo gravado em Pro Tools HD

A mixagem foi feita em meu home-studio, Casa 68. Com plugins nativos do Pro Tools 11, utilizei um toque de equalização e compressão em todas as tracks gravadas, mas não muito para não remover a naturalidade de uma apresentação ao vivo. Como a sala onde foi gravada possui muito material absorvente nas paredes, um pouco de reverberação foi adicionada na mixagem para dar ambiência.

O paneamento também foi bem discreto: um pouco do MXL 990 foi para a direita e um pouco do MXL 991 para a esquerda. O par stereo dos Rode NT5 naturalmente colocou a Meia-Lua levemente para a direita e o ovinho levemente para a esquerda. Quando sós, as vozes foram colocadas no centro, quando juntas, automação de pan foi utilizado para posicionar cada uma de um lado.

Equipe:

  • Augusto Carvalho: composição, voz e violão
  • Ingrid Knochenhauer: voz
  • Lucas Pitangueira: gravação, mixagem e percussão
  • Ian Rainer: camera
  • Alexandre Chien: camera

Se curtiu, confira o trabalho do Augusto completo:

https://www.facebook.com/oaugustocarvalho
http://www.youtube.com/user/oaugustocarvalhomus